Candidatura do Carnaval de Torres Vedras a património em consulta pública

A inscrição do Carnaval de Torres Vedras no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial entrou em fase de Consulta Pública, de acordo com o anúncio da Direção-Geral do Património Cultural publicado hoje em Diário da República.

A Direção-Geral do Património Cultural definiu um período de 30 dias de Consulta Pública, a contar a partir de dia 11 de janeiro. A decisão sobre o pedido de inventariação será tomada no prazo de 120 dias após a conclusão do período de consulta pública.

Os elementos constantes do processo de inventariação do Carnaval de Torres Vedras encontram-se disponíveis para consulta no sistema MatrizPCI. As observações da presente consulta pública poderão ser apresentadas através daquele sistema ou, em alternativa, podem ser enviadas, em correio registado, à Direção-Geral do Património Cultural (Palácio Nacional da Ajuda, 1349-021 Lisboa).

A Câmara Municipal de Torres Vedras apresentou, em 2016, a candidatura do Carnaval de Torres Vedras a Património Nacional Imaterial, com o objetivo de valorizar e salvaguardar o património associado a esta festividade. Este reconhecimento será um primeiro passo para uma futura candidatura a Património Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.